WTTC: Brasil vai liderar turismo na América Latina em 2012

[Por Mercado e Eventos, 07/03/2012]
O Word Travel & Tourism Council (WTTC) acaba de apresentar em Berlim, durante a ITB, a pesquisa “Economic Impact of Travel & Tourism 2012”, onde revela previsões para 2012 e para os próximos 10 anos em termos globais. “Nós temos como foco aqui hoje falar deste ano que está em curso e da próxima década. O WTTC possui representantes de todos os setores, líderes da indústria do turismo, além de parcerias com entidades como a Iata, Pata, Clia, OMT e Fórum Econômico Mundial”, disse o presidente e CEO do WTTC, David Scowsill, durante a abertura.
O Brasil, segundo afirmou David Scowsill, vai liderar o crescimento do turismo na América Latina em termos de PIB. A região como um todo crescerá 5,6% e o Brasil 7,8% neste ano. A demanda doméstica será um dos destaques, alcançando a marca de 6,8% de incremento na América Latina, o que, de acordo com David, mostra a importância da conectividade regional. A quantidade de empregos gerados somente no Brasil na área do turismo será 7,1% maior em 2012.
Estima-se que a indústria de turismo no Brasil tenha entre 2013 e 2022 um aumento na participação do PIB de 5% ao ano. Nesse mesmo período, a elevação no número de empregos criados será de 2,5% ao ano. Hoje também foram apresentados os dados de 2011. No último ano, o impacto direto do setor de turismo no PIB brasileiro foi de US$ 78,502 bilhões e de forma indireta US$ 212,855 bilhões.
Visão Global 2011 – Em 2011 a indústria do turismo cresceu 3% ao longo do ano. A contribuição direta no PIB foi de US$ 2 trilhões, gerando 98 milhões de empregos. “Esse foi um resultado que não podemos considerar ruim”, afirmou David. De forma indireta, o impacto foi de US$ 6,3 trilhões e 255 milhões de empregos.
Visão Global 2012 – Para 2012, o crescimento previsto para a indústria de turismo é de 2,8% e a criação de 2,3 milhões de empregos diretos e 5,2 milhões indiretos.
Visão Global da década – Até 2022 estima-se um crescimento da indústria de viagens e turismo mundial de 4,2% ao ano e a criação de 120 milhões de empregos diretos e 328 milhões indiretos, ou seja, 1 em cada 10 empregos seria da área de turismo.
A China e a Índia foram países que ganharam destaque na conferência desta manhã. São esses dois países que vão impulsionar o setor de viagens e turismo nos próximos anos. “Países emergentes tem fundamental papel no futuro do setor, pois essas pessoas continuarão viajando”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *