Investimento em Canoa Quebrada (CE) é tema de audiência

[Por Ministério do Turismo, 08/03/2012]
O ministro Gastão Vieira recebeu o deputado federal José Airton (E), a representante do Sebrae, Mônica Sabino, o diretor da Associação dos Empreendedores de Canoa Quebrada, Luís Nogueira, e o assessor especial do Gabinete, Rodrigo Lamego O ministro Gastão Vieira recebeu o deputado federal José Airton (E), a representante do Sebrae, Mônica Sabino, o diretor da Associação dos Empreendedores de Canoa Quebrada, Luís Nogueira, e o assessor especial do Gabinete, Rodrigo Lamego
O paraíso localizado a apenas 175 quilômetros da capital do Ceará, conhecido como Canoa Quebrada, foi tema de audiência na manhã desta quinta-feira (08/03), no gabinete do ministro do Turismo, Gastão Vieira. O encontro contou com a presença do deputado federal José Airton, do diretor da Associação dos Empreendedores de Canoa Quebrada (ASDECQ), Luís Nogueira, e da representante do Sebrae, Mônica Sabino, teve como objetivo definir propostas de melhoria da infraestrutura das barracas de praia, preservação das falésias e fortalecimento da região como destino indutor.
“O Ceará tem uma série de municípios na lista dos 65 destinos indutores do turismo. A praia de Canoa Quebrada está nas demandas de prioridades em investimentos da Pasta”, justificou o ministro do Turismo.
Entre os principais temas discutidos durante a reunião destacam-se a proposta de urbanização para a nova área das barracas de praia, conhecida como ‘Pólo Gastronômico’. Em vias de serem removidas pela prefeitura – em razão do avanço do mar e de um pedido de reintegração de posse pela União – a audiência teve o intuito de captar recursos no MTur para a execução de um projeto de revitalização da área.
A preocupação ambiental também esteve na pauta de discussão, quando foi apresentada ao Ministério do Turismo a proposta de ajuda para a preservação das falésias da região, enfrentando hoje um processo de erosão natural. Segundo os participantes, o projeto será levado também ao Ministério da Integração.
“O Ministério do Turismo tem investido fortemente no município de Aracati (CE), e Canoa Quebrada se inclui na nossa preocupação. Sabemos que detalhes no atendimento ao turista fazem a diferença, mas precisamos de recursos para executar os projetos. Por isso, é tão importante que os parlamentares destinem emendas orçamentárias para essas ações específicas”, lembrou Vieira.
O fortalecimento de Canoa Quebrada como destino indutor também foi pleiteado durante a reunião. Segundo o diretor da ASDECQ, Luís Nogueira, essa ação resultaria na capacitação de trabalhadores e empresários locais, no desenvolvimento de um plano de marketing e em ações específicas de promoção do destino.
Os participantes se comprometeram a apresentar projetos para a avaliação do MTur acerca dos diversos temas tratados na reunião.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *