FBHA diz que estudo do IBGE pode favorecer o setor hoteleiro

[Por Hôtelier News, 29/02/2012]
Nesta quarta-feira (29), a FBHA (Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação) emitiu uma nota comentando a importância da PSH (Pesquisa de Serviços de Hospedagem) 2011, que foi divulgada na última terça-feira (28), pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) em parceria com o MTur (Ministério do Turismo). No comunicado, a associação hoteleira salienta que o estudo pode estimular o crescimento da hotelaria no País – mas argumenta que, de todas as cidades-sede da Copa do Mundo de 2014, as únicas cidades que apresentam déficit de leitos são Cuiabá e Manaus, contrariando o que diz a pesquisa.
“A pesquisa deve ser utilizada para motivar programas de desoneração e de financiamento e linhas de crédito para baratear os custos hoteleiros, o que, consequentemente, fomentará o desenvolvimento da infraestrutura de acomodação no País”, comenta Alexandre Sampaio, presidente da FBHA.
De acordo com ele, todas as capitais que irão receber partidas da Copa do Mundo estão preparadas no quesito hospedagem. Nos casos específicos de Manaus e Cuiabá, que podem apresentar falta de leitos, existem cidades próximas que podem abrigar turistas em uma eventual super lotação, segundo o presidente.
Entre outros dados, o estudo do IBGE apontou que 40% dos leitos hoteleiros do Brasil estão concentrados em apenas quatro capitais – São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Salvador.
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *