Brasil busca 3º lugar na economia turística global

[Por Ministério do Turismo, 07/03/2012]
Brasília (DF) – O secretário executivo do Ministério do Turismo, Valdir Simão, afirmou, na manhã desta quarta-feira (07), que políticas de governo e iniciativa privada trabalharão por um crescimento vigoroso do Produto Interno Bruto (PIB) turístico nesta década. Simão está em Berlim, na Alemanha, onde representa o Ministério do Turismo brasileiro na 46ª ITB, a maior feira de viagens e turismo da Europa.
Em reunião com o presidente do Conselho Mundial de Viagem e Turismo (WTTC – World Travel & Tourism Council), David Scowsill, o secretário avaliou estatísticas de estudos recentes sobre a performance do turismo internacional. Para ele, “todas as pesquisas sobre o futuro do turismo no Brasil são muito positivas” e permitem concluir que o País “trabalhe para atingir a meta de se tornar a terceira maior economia turística mundial, até 2022”.
Segundo Scowsill, o estudo mais recente do WTTC mostra que a estimativa de participação da indústria de viagens e turismo no PIB do Brasil, incluindo os impactos econômicos indiretos, é animadora. O percentual de contribuição da indústria turística brasileira no PIB nacional deve passar de 4,5%, em 2011, para 9,5% até 2022. Além disso, até o fim da próxima década, aproximadamente 9% da população brasileira deve estar empregada em atividades características do Turismo.
A íntegra da pesquisa será apresentada por David Scowsill no ‘10º Fórum Panrotas – Tendências do Turismo’, que começa no próximo dia 13, em São Paulo (SP). O ministro do Turismo, Gastão Vieira, terá reunião com o presidente da entidade durante o evento na capital paulista. A intenção é conhecer o trabalho do conselho em áreas como meio ambiente, tecnologia e competitividade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *