Santa Catarina é o destino favorito dos argentinos no País

[Por ABEOC-SC, 13/02/2012]
Que os argentinos adoram Santa Catarina, não é novidade. Além da pequena distância entre o país portenho e o Estado do Sul (há voos de Buenos Aires a Florianópolis com menos de duas horas de duração), a tentação de se aquecer em terras brasileiras e visitar as belas praias do litoral catarinense tem feito dos hermanos os turistas estrangeiros que mais visitam o Estado.
Segundo estudo do Ministério do Turismo, entre os cinco destinos preferidos dos argentinos dentro do País estão duas cidades catarinenses: Balneário Camboriú, que aparece em 5° lugar, e Florianópolis, lugar preferido dos visitantes portenhos, mais até que o Rio de Janeiro.
Nas demais cidades de Santa Catarina é fácil perceber a presença dos turistas da Argentina: as praias de Canasvieiras e Bombinhas são alguns dos exemplos de destinos muito procurados por esses turistas. Na maioria dos restaurantes, comércio e serviços em geral fala-se mais castelhano que português, durante a temporada de férias.
Outro destino que deve receber os turistas argentinos neste verão é a cidade de Porto Belo, que servirá como importante “porta de entrada” para os estrangeiros no País: tudo por conta da inauguração de um novo píer na cidade, em dezembro de 2011.
Segundo informações da Associação Brasileira de Cruzeiros (Abremar), durante a temporada de 2010/2011 quase 75 mil argentinos visitaram o Brasil a bordo de navios. E os argentinos também são campeões de viagens em cruzeiros pelo restante do Brasil: do total de turistas que embarcaram em viagens de navio na última temporada de Cruzeiros Marítimos, com início em outubro de 2010 e término em maio deste ano, 12,5% eram estrangeiros e 75% deles, argentinos. Os dados fazem parte de um levantamento feito pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) a pedido da Abremar.
A expectativa é que os vizinhos continuem procurando o Brasil, especialmente Santa Catarina, para trazer um pouco mais da Argentina para a nossas férias de verão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *