Presidente da ABIH-SP avalia mercado hoteleiro paulista

[Por Brasilturis, 02/02/2012]
Para o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de São Paulo (ABIH-SP), Bruno Omori, a integração de um calendário profissional da capital e do Estado de São Paulo, unindo todos os players do trade, será indispensável para a correta profissionalização do setor e o crescimento conjunto do mercado. No primeiro mês do ano já foram realizadas reuniões importantes com a SPTuris, o consulado de Cuba visando intercâmbio técnico e Secovi, para lançamento do guia de práticas na hotelaria.
Depois de comemorar a volta do Conotel para a cidade de São Paulo, reunindo mais de 1.350 hoteleiros no evento, e principalmente estimulando a evolução da grade temática voltada para a gestão e crescimento do mercado hoteleiro Brasileiro, a ABIH-SP investe em novos projetos de promoção do turismo paulista, unindo a iniciativa privada e o governo.
Entre as ações estão os projetos de qualificação da hotelaria e de outras atividades correlatas do turismo como os policiais, frentistas, voluntários, entre outros, visando a ampliação da qualidade dos serviços oferecidos aos visitantes. Em 2011, a entidade cumpriu a formação de 3.700 profissionais da hotelaria pela ABIH-SP nas áreas de hotelaria e gastronomia dos hotéis, além da qualificação de mais de 500 hoteleiros proprietários de estabelecimentos com até 50 horas.
Omori também sugere maior sinergia entre as entidades do turismo e seus colaboradores no sentido de elegerem nas próximas eleições governantes com compromisso no crescimento e desenvolvimento do turismo, atividade geradora de divisas, empregos e melhoria social da população.
As reuniões da Câmara Temática da Copa de 2014, do Conselho Estadual de Turismo, que promove o encontro com as entidades do trade, governo e Fifa, foram retomadas no dia 1º com a presença de representantes da Fifa e de secretarias de turismo de cidades como Itu, Socorro, Mogi e Cotia. As reuniões setoriais promovidas pela ABIH-SP no interior e litoral do estado de São Paulo, a exemplo das realizadas em Socorro, Atibaia e Bertioga, devem contemplar novas localidades como Bauru, Araçatuba, entre outras, sempre visando a união de entidades regionais e o seu fortalecimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *