MTur aposta no turismo náutico na Copa

[Por Mercado e Eventos, 28/01/2012]
O Ministério do Turismo e a Agência Nacional de Águas (ANA) deverão fechar, nos próximos dias, uma parceria para identificar trechos de rios e reservatórios brasileiros com potencial para o turismo náutico, inclusive cachoeiras e praias artificiais. O estudo vai apontar diretrizes para a criação de normas que disciplinem o turismo nestes cursos e bacias hidrográficas. O objetivo é alavancar o potencial turístico das cidades que formam o entorno das sedes da Copa das Confederações, em 2013, e da Copa do Mundo de Futebol FIFA, em 2014.
Segundo o diretor do Departamento de Financiamento e Promoção de Investimentos no Turismo (DFPIT) do MTur, Hermano Carvalho, o projeto será desenvolvido de acordo com o conceito da atual política pública do turismo – de unir as forças dos vários setores envolvidos no assunto. “Grande parte das atividades turísticas no Brasil é realizada nas proximidades de espelhos d’água, como praias, lagos, rios e estâncias hidrominerais. Portanto, MTur e ANA vão criar, juntos, instrumentos para garantir que as atividades náuticas no País se desenvolvam de maneira ordenada e sustentável”, frisa o diretor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *