Edital vai injetar US$ 320 mil para fortalecer o setor

[Por Evento em Foco, 22/01/2012]
O Programa de Aumento da Competitividade Territorial de Belo Horizonte e Região tornou público o lote 2 do Edital do Programa de Turismo de Negócios e Eventos de Belo Horizonte. O edital vai disponibilizar um total de US$ 320 mil para o fortalecimento do setor, através de projetos que gerem diferenciais competitivos a serem utilizados nas etapas de captação, promoção e realização de eventos. Podem participar empresas e entidades ligadas ao turismo e a setores econômicos estratégicos do Estado de Minas Gerais.
Segundo o gerente do Programa de Turismo de Negócios e Eventos de Belo Horizonte, Thadeu Neves, Belo Horizonte é reconhecida como uma cidade de turismo de negócios, mas esse vistante acaba conhecendo pouco a cidade. “O turista fica, muitas vezes, restrito ao evento e pouco sai do hotel. Isso acontece não por falta de atrativos na cidade, mas porque temos uma falha na divulgação da Capital”, explica Neves.
O Brasil ocupa a 9ª posição no Ranking Mundial de Eventos Internacionais da International Congress and Conference Association (ICCA), entidade que mede a participação dos destinos na captação de eventos internacionais, mas ainda há um grande potencial de crescimento. Neste mesmo ranking, entre as cidades brasileiras que mais realizam eventos internacionais, Belo Horizonte ocupa a 7ª posição.
O programa é uma parceria do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), por meio do Fundo Multilateral de Investimentos (Fumin), com o governo do Estado de Minas Gerais, representado pela Secretaria de Estado de Turismo (Setur) e pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede), tendo como órgão executor a Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg). As ações do programa também são realizadas com o apoio do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Minas Gerais (Sebrae-MG), da Fecomércio Minas e da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), por meio da Empresa Municipal de Turismo (Belotur).
O objetivo é utilizar a metodologia desenvolvida entre 2008 e 2011 para integrar a cadeia produtiva do setor de turismo, especialmente o de negócios, com o setor econômico. “Queremos clarear para as empresas que já atuam no setor e para as que pretendem participar as relações entre os vários segmentos e as possibilidades de trabalho”, diz o gerente.
Passo a passo – Para alcançar os resultados a metodologia segue quatro passos. A pré-captação pretende reverter a postura reativa comum ainda hoje em Belo Horizonte. A ideia é que os participantes da cadeia produtiva prospectem e proponham eventos para possíveis produtores parceiros. O segundo passo é a ação. É o processo formal. Nesse momento são feitos os planejamentos para a preparação da “candidatura” da cidade. São feitos os ajustes técnicos de infraestrutura, logística, espaços, entre outros. É também a hora de sensibilizar os votantes quando há uma disputa entre várias cidades pelo evento. A terceira etapa é a pós-captação. Depois do evento conquistado é o momento da promoção, quando são ajustados produtos e serviços ao perfil do evento e seus participantes. Por fim, durante a realização são feitas pesquisas com os participantes e o público. Os dados servem não apenas para verificar os índices de êxito do evento como para ajudar toda a cadeia produtiva a se preparar para outros projetos.
O edital atual segue os mesmos padrões do primeiro, lançado em 2009. “No primeiro tivemos 11 projetos inscritos e seis aprovados. A expectativa é ter números parecidos agora”, informa Neves. As propostas devem ser enviadas ao Programa de Turismo de Negócios e Eventos de BH – Edital lote 2, à rua Álvares Maciel, 59, 10º andar, Santa Efigênia, entre os dias 15 de janeiro e 29 de fevereiro de 2012. Os interessados ainda podem contar com uma assessoria gratuita para a estruturação do projeto, que será oferecida como curso no final de janeiro.
“Aconselho a todos seguir a programação no nosso site (www.turismodenegociosbh.com.br) ou no site das entidades parceiras. Nele vamos falar da formatação, sobre os diferenciais competitivos, como produtos, serviços e uso da tecnologia”, adianta o diretor. Além do site, as dúvidas podem ser tiradas pelo e-mailturismodenegociosbh@turismodenegocisbh.com.br .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *