Relatório da EIBTM diz que crescerá a demanda por eventos corporativos

[Por Business Travel Magazine, 07/12/2011]
Os resultados do 2011 EIBTM Global Industry Trends and Market Share Report foram divulgados na semana passada na EIBTM, feira global especializada na indústria de eventos que terminou no dia 1º de dezembro em Barcelona. O estudo identifica tendências chaves para o mercado de eventos, mostrando a visão da situação econômica global em que nos encontramos e como a indústria de reuniões e eventos está respondendo a isso. No entanto, o relatório diz que na indústria de eventos há um maior grau de otimismo do que na economia como um todo. A maioria dos analistas prevê que a demanda por eventos corporativos vai continuar crescendo mundialmente, aproximando-se no final do próximo ano do pico de 2008 e que as taxas de crescimento dos locais de realização de eventos vão crescer mais rapidamente em 2012 do que em 2011.
E os países do BRIC continuarão sendo o motor da recuperação global. A maioria desses países está vivenciando tanto uma forte demanda doméstica quanto um fluxo exportativo significativo, mesmo que as taxas de crescimento tenham sido moderadas em 2011 – economias de mercados emergentes como a China, tiveram que apertar suas políticas monetárias para controlar a inflação, em um esforço para projetar uma “suave aterrissagem” no instável cenário global.
O EIBTM Global Industry Trends and Market Share Report diz que um BRIC precisa ser olhado de perto nos próximos anos: o Brasil. “Esta populosa nação está para ultrapassar o Reino Unido como a sexta maior economia do mundo, de acordo com as projeções da Economist Intelligence Unit”, que atribui o destaque ao Brasil à sua crescente classe média e a um excelente relacionamento comercial com a China, país com grande necessidades de commodities como a soja e o minério de ferro. Rob Davidson – analista da EIBTM, professor sênior de Eventos da Universidade de Greenwich em Londres e responsável pelo estudo -, prevê que haverá um rápido crescimento no volume de eventos realizados entre empresas chinesas e empresas de regiões como a África e o Brasil, que estão suprindo a China com as commodities de que precisa.
Para ter acesso à íntegra do EIBTM Global Industry Trends and Market Share Report, clique aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *