Rede hoteleira é tema de preocupação em Manaus

[Por Mercado e Eventos, 02/11/2011]
Quase três anos antes do início da Copa de 2014, o dia seguinte ao término do Mundial preocupa os empresários de hotelaria em Manaus. Estão sendo construídos na cidade nove novos hotéis por causa do torneio. A capacidade vai passar dos atuais 11 mil hóspedes para 18,4 mil. No último ano, Manaus recebeu menos de 1% dos desembarques internacionais ocorridos no Brasil (78,4 mil desembarques, segundo o ministério do Turismo).
A questão é como manter no futuro esses hotéis com boa ocupação. A rotina do turismo na cidade é acolher principalmente os visitantes que vêm fazer negócios no Polo Industrial de Manaus. Segundo dados da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), cerca de 80% dos hotéis atendem prioritariamente ao empresariado.
Para diversificar os visitantes e tornar Manaus ainda mais atraente para quem vier assistir a um dos quatros jogos no estádio Vivaldão, Roberto Bulbol, diretor na Região Norte da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (Abih), prevê a associação entre o turismo na cidade, a visita à floresta Amazônica e os destinos na Colômbia e a Venezuela, entre outros vizinhos do estado. “As operadoras de turismo estão fazendo pacotes para Manaus, para hotéis na selva e para países vizinhos”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *