Poços de Caldas Convention Bureau é lançado oficialmente

[Por Portal Poços de Caldas, 22/09/2011]
O Poços de Caldas Convention Visitors & Bureau foi lançado oficialmente na noite de quarta-feira (21), em cerimônia no Palace Hotel, que contou com a participação da vice-prefeita Gláucia Boaretto, do presidente a Câmara de Vereadores, Waldemar Lemes Filho, e da secretária de Turismo e Cultura Maria Lúcia Mosconi.
Participaram também do evento empresários demais secretários municipais, profissionais do setor e representantes de entidades ligadas ao trade turístico da cidade e região. O Convention tem como presidente André Carneiro, que comandará uma equipe composta por mais 13 integrantes, todos ligados as atividades turísticas da cidade.
Carneiro fez resumo das iniciativas concretas já executadas pela atual diretoria e citou parceiros e empresas, que já integram o Convention da cidade. Dentre as ações definidas está a volta da cobrança da taxa de turismo pelos hotéis, sendo os recursos arrecadados destinados à instituição para utilização em projetos de divulgação da cidade.
Gláucia disse que o Convention Bureau surge em momento propício, quando o Brasil se coloca como palco de grandes eventos mundiais com a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas Rio 2016, que trarão também ao interior, novos investimentos. A vice reconheceu, ainda, que um município do porte de Poços precisa de um organismo forte nas mãos da iniciativa privada, que em parceria com o setor público desenvolva o turismo, gerando mais oportunidades de emprego e renda.
Maria Lúcia, incentivadora da reativação do Convention, lembrou que as águas, grandes atributos da cidade, são referências do turismo local. Na perspectivas da secretária, a cidade tem possibilidade de grandes avanços no setor com restauração do Palace Casino, a reforma e modernização das Thermas e, também, com construção em breve do Centro de Convenções, na zona sul da cidade.
O diretor-superintendente do São Paulo Convention Visitors & Bureau, Toni Sando, falou sobre a importância da entidade em fomentar o turismo de negócios e mostrou as diversas opções e oportunidades que podem ser viabilizadas através de uma gestão eficiente.
Sando defendeu, ainda, a independência administrativa e financeira do orgão, como forma de obter uma gestão mais ágil, e alertou para contágio político da instituição, que pode comprometer a continuidade das ações. Para ele, a relação deve ser mantida com o poder público, porém, defendeu as parcerias apenas em situações pontuais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *