Congresso Nacional de Direito e Tecnologia destaca turismo de negócios em SP

[Por Segs, 05/09/2011]
O São Paulo Convention & Visitors Bureau (SPCVB) apoia o I Congresso Nacional de Direito e Tecnologia (CIBERJUR), que será realizado nos dias 16, 17 e 18 de setembro na Escola Superior de Advocacia, em São Paulo. O evento receberá políticos, advogados, especialistas, empresários, estudantes, além de autoridades de Direito e Tecnologia. O objetivo é debater os rumos legais das novas ferramentas tecnológicas e suas aplicações no cotidiano do Direito Brasileiro.
Para divulgação e promoção do evento, a gerente de captação nacional do SPCVB, Elenice Zaparoli, reuniu-se com o Dr. Vitor Hugo Freitas, presidente da Comissão de Ciência e Tecnologia da OAB-SP, Dr. Coriolano Almeida Camargo, presidente da Comissão de Crimes de Alta Tecnologia da OAB/SP e Dr. Antônio Otero, presidente da Comissão OAB Vai à Faculdade. “O Direito é um dos segmentos mais relevantes para o turismo de negócios em São Paulo. Só no ano passado foram registrados 207 eventos, quase 12% do montante total”, analisa Toni Sando, diretor superintendente do SPCVB.
O congresso abrange 45 painéis, nove minicursos de certificação digital e duas palestras – uma sobre direito de informática e outra abordando os direitos do cidadão na sociedade da informação. A programação será transmitida ao vivo pela internet, pelo site http://esaoabsp.edu.br/Default.aspx.
Sobre o SPCVB
Com 27 anos de existência e primeiro Convention & Visitors Bureau da América do Sul, o São Paulo Convention & Visitors Bureau é uma fundação estadual de direito privado, sem fins lucrativos, congregando atualmente mais de 600 associados-mantenedores, que representam todos os segmentos do trade turístico paulistano. Seus objetivos são a ampliação do número de visitantes e o aumento de sua estadia, por meio da promoção, capacitação, captação, geração e incremento de eventos.
Para isso, a entidade busca integrar setores da sociedade em parcerias público- privadas para dinamizar o volume de negócios e o mercado de consumo, contribuindo para o desenvolvimento econômico do destino, a melhoria da qualidade de vida e renda de seus habitantes e para receber cada vez melhor os visitantes. Os recursos financeiros da Fundação são provenientes da mensalidade de seus associados mantenedores, de parcerias e da contribuição facultativa do room tax junto aos hóspedes dos hotéis associados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *