Secretário de Turismo de MG fala sobre ampliação da infraestrutura turística

[Por Mercado e Eventos, 30/08/2011]
O secretário de Estado de Turismo de Minas Gerais, Agostinho Patrus Filho, participou, na manhã desta terça-feira (30/09), da Reunião Ordinária da Comissão de Turismo, Indústria, Comércio e Cooperativismo, na Assembléia Legislativa de Minas Gerais, onde apresentou os resultados da Política Pública do Turismo durante os primeiros oito meses de Governo.
Patrus Filho salientou que com a ampliação das atribuições da Setur decretadas pelo Governo do Estado em janeiro deste ano, a pasta passou a executar direta ou indiretamente ações que beneficiem a infraestrutura turística dos municípios, o que será um importante fator de desenvolvimento para a Copa do Mundo de 2014. “O Governo de Minas passou mais responsabilidades à Setur, que agora tem como uma de suas ações prioritárias promover o desenvolvimento da infraestrutura turística e executar projetos para implantação de centros receptivos, de sinalização e de reestruturação de equipamentos turísticos”, destacou.
Também como incremento à estrutura turística, Patrus ressaltou a ampliação do Expominas como uma ação estratégica do Governo do Estado para a captação de eventos de grande impacto econômico para Minas Gerais. “Sabemos da urgência da construção de um novo centro de convenções na capital mineira para a captação de grandes congressos médicos e científicos, que possibilitam a distribuição de mais riqueza na cidade”, declarou.
Durante seu pronunciamento, o secretário afirmou que Minas Gerais é o único estado do país que cumpre, rigorosamente em dia, o seu cronograma de ações junto à FIFA e que a sua capacidade hoteleira estará em 2014 acima das expectativas previstas para o grande evento esportivo. “Estudos do Governo de Minas Gerais, junto com a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis e a Prefeitura de Belo Horizonte, sinalizam investimentos de cerca de R$ 3 bilhões em novos empreendimentos hoteleiros na Região Metropolitana e no interior do Estado”, acrescentando que, com o aumento da demanda, tem-se em construção 26 novos hotéis em Belo Horizonte, totalizando 10,7 mil leitos. Além disso, existem outros 38 hotéis em processo de licenciamento na capital mineira, que perfazem outros potenciais 13,2 mil leitos. “Estes números já atendem com uma boa margem de folga as exigências da FIFA”, destacou Patrus Filho.
O secretário apresentou também para os deputados integrantes da Comissão de Turismo da ALMG os resultados dos programas de governo na área turística. De acordo com o secretário, existe uma articulação entre as pastas do Governo para o desenvolvimento da atividade turística em todas as regiões mineiras. “O ICMS Turístico é uma realidade na descentralização e repasse de recursos diretamente aos municípios. Neste ano, o programa Decola Minas possibilitou a implantação da linha aérea Belo Horizonte – Montevideu, operado pela Pluna Linhas Aéreas. O Governo de Minas, em uma parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), está aplicando cerca de R$ 10 milhões no fortalecimento da cadeia produtiva do turismo na região metropolitana de Belo Horizonte. A Rota das Grutas de Lund e o Caminho Religioso da Estrada Real receberão estruturação para se tornarem importantes destinos turísticos no Brasil. Além disso, a integração entre Turismo e Cultura possibilitará o crescimento dos festivais no interior do estado e incentivará a indústria criativa de Minas Gerais”, concluiu Agostinho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *